Total de Km percorridos no dia: 837,2

Saímos de Santa Bárbara d’Oeste às 4h40 com intenção de chegar a Florianópolis antes das 14h, parando para almoçar. Porém enfrentamos sucessivos congestionamentos até chegarmos a Curitiba, pouco depois das 14h.

Com isso, resolvemos conhecer alguns pontos turísticos da cidade, pois se continuássemos até Floripa chegaríamos a noite e perderíamos nosso dia. Fomos a Ópera de Arame e ao Parque Tanguá.

Ópera de Arame

Tempo do passeio: 1h40
Endereço: Rua João Gava, bairro do Pilarzinho (ver mapa)
Visitas: terça a domingo, das 8h às 21h
Investimento: Grátis

A Ópera de Arame é um teatro construído todo em aço com estrutura tubular e teto de policarbonato transparente, que lembra a fragilidade de uma construção em arame. Projeto do arquiteto Domingos Bongestabs. Foi inaugurada em 1992. O auditório tem capacidade para 1.604 espectadores, seus bancos são feitos em tela de arame e revestidos por almofadas, este espaço estava fechado para visitação.

Deixamos o carro no estacionamento gratuito, onde há uma loja de lembrancinhas e guarita.

Passando a guarita dá para ver a ópera. Para chegar nela tem que passar por uma passarela sobre o lago que cerca parcialmente o teatro.

Neste lago há vários peixes e aves, um paredão rochoso e uma cascata de 10 metros.

Cuidado com seus objetos, principalmente os pequenos. Todo o piso (pelo menos o espaço que visitamos, exceto o térreo) é vazado, como um bueiro e os objetos podem cair e se cair no lago já era!

As entradas do auditório ficam no segundo andar, como o piso é vazado é bom evitar ir de saia e vestido (nem preciso falar porque), também evite ir com chinelos ou tamancos, pois eles podem enroscar na estrutura (piso) e você pode cair.

Nas proximidades da ópera está a Pedreira e o Espaço Cultural Paulo Leminski, juntos formam o Parque das Pedreiras. Não visitamos este espaço, o mesmo estava fechado.

Aproveitamos para almoçar no Ópera Café, um bistrô muito bom e com preços justos.

 

Parque Tanguá
Mapa do Parque Tanguá (Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba)

Mapa

Tempo do passeio: 1h10
Endereço: Rua Oswaldo Maciel, bairro do Pilarzinho (ver mapa)
Horário de funcionamento: diariamente das 8h às 18h
Investimento: Grátis

 

 

O Parque Tanguá também possui estacionamento gratuito, paramos nosso carango e fomos conhecer o parque. Ao lado do estacionamento tem um posto policial.

Entramos no parque pelo portal principal, seguimos pelo jardim Poty Lazzarotto, depois pelo jardim em estilo francês, onde tem um espelho d’água ao centro, no final desse grande jardim há um belvedere (leia-se mirante).

Conhecemos o belvedere onde dá para ver de cima a cachoeira, o lago e a parte baixa do parque. Ali também tem decks metálicos, sanitários, loja de lembrancinhas, bistrô e duas torres. Subimos uma torre, mas de lá só dá para ver o jardim francês, o espelho d’água e algumas casas ao redor do parque.