Total de Km percorridos no dia: 350,8

Reservamos este dia para fazer um “bate-volta” para Punta del Este, uma das cidades mais badaladas do Uruguai. Aproveitamos para conhecer a tranquila e bela José Ignacio, a 35 quilômetros de Punta.

– Saiba por que não dormimos em Punta

São 136 quilômetros de Montevidéu a Punta del Este. Saímos de Montevidéu ao meio dia e chegamos a Punta às 14h15. O céu estava com algumas nuvens, mas o Sol predominava. Ventava muito e a temperatura não estava agradável para a prática do banho de mar.

Nosso objetivo era conhecer o famoso Monumento al Ahogado, ou “La mano“. Seguimos pela rua que contorna o rio/mar, até chegarmos ao ponto mais austral do Uruguai, a Praça dos Ingleses.

Nessa praça, tem o marco da foz do Rio de la Plata, que de tão largo, não dá para saber o que é rio e o que é mar. Além deste marco, na praça tem heliponto e o Canto de las sirenas, que são estátuas de sereias.

Fomos até o Farol de Punta del Este, construído em 1860, que estava fechado para visitação. Em frente tem uma praça, onde funciona a Estación Meteorológica e atrás dela está a Iglesia Nuestra Señora de la Candelaria.

Estación Meteorológica

Estación Meteorológica

Voltamos para a avenida beira-rio/mar até chegarmos à estátua da Virgen de la Candelaria.

Enfim chegamos a Playa Brava, onde fica um dos pontos mais famosos de Punta: o Monumento al Ahogado, ou La Mano. Esta obra em concreto, aço e plástico, foi feita pelo chileno Mario Irarrázabal, em 1982.

Monumento al Ahogado

Monumento al Ahogado

Ficamos um tempo por ali, o mar estava gelado e ventava muito. Não arriscamos dar um mergulho.

Punta del Este não nos agradou, por ser uma espécie de Guarujá/Balneário Camboriú uruguaio, porém sem trânsito. Resolvemos então ir até José Ignacio, uma pequena cidade a 35 km do monumento, em busca de melhores paisagens.

No caminho passamos pela ponte ondulada “Leonel Vieira”. Não tiramos foto da ponte, mas o blog “Meus Roteiros de Viagem” gentilmente nos cedeu uma foto dela:

Ponte Leonel Vieira (Foto: Meus Roteiros de Viagem)

Ponte Leonel Vieira (Foto: Meus Roteiros de Viagem)

Em 45 minutos chegamos a José Ignacio. Saímos de uma cidade onde grandes edifícios predominavam o horizonte, para chegar a uma cidade onde a única construção mais alta que as casas era o farol.

Fomos visitar o farol, construído em 1877, que fica entre as Playas Brava e Mansa. A visita é PU$ 20,00 por pessoa. Do alto dá para ver boa parte de José Ignacio e até alguns prédios de Punta del Este.

Farol de José Ignacio

Farol de José Ignacio