Uruguai

O Sonho UAC #002: Roteiro definido

Após vários meses de pesquisas sobre viagens de carro ao Uruguai, Argentina e Chile, e constatar o preço da gasolina nesses países, reformulamos nosso roteiro para economizar alguns mil quilômetros e reais.

Recalculamos as despesas do nosso Plano A e a soma de hotel, gasolina, pedágios e R$60/dia para comida, foi cerca de R$9.500, completamente fora da nossa realidade.

Por isso, mudamos nosso roteiro, retiramos o sul do Chile e voltaremos por Foz do Iguaçu, assim economizaremos o Buquebus da volta, conheceremos mais uma cidade importante e ainda passearemos na Ciudad Del Este, no Paraguai.

 

– Documentação necessária para entrar de carro no Uruguai, Argentina e Chile

 

O novo roteiro é este:

Dia Data Saída Chegada
22/12/12 Santa Bárbara d’Oeste Florianópolis
23/12/12 Florianópolis Porto Alegre
24/12/12 Porto Alegre Montevideo
25/12/12 Montevideo passeios
26/12/12 Montevideo passeios
27/12/12 Montevideo Buenos Aires (Buquebus)
28/12/12 Buenos Aires passeios
29/12/12 Buenos Aires passeios
30/12/12 Buenos Aires Mendoza
10º 31/12/12 Mendoza passeios
11º 01/01/13 Mendoza passeios
12º 02/01/13 Mendoza Santiago
13º 03/01/13 Santiago passeios
14º 04/01/13 Santiago passeios
15º 05/01/13 Santiago passeios
16º 06/01/13 Santiago Mendoza
17º 07/01/13 Mendoza Córdoba
18º 08/01/13 Córdoba Corrientes
19º 09/01/13 Corrientes Foz do Iguaçu
20º 10/01/13 Foz do Iguaçu passeios
21º 11/01/13 Foz do Iguaçu passeios
22º 12/01/13 Foz do Iguaçu Santa Bárbara d’Oeste

 

Assim vamos explorar mais as capitais do Uruguai, Argentina e Chile. A viagem vai ser menos cansativa no sentido de chegar em uma cidade um dia e sair no outro, com isso, vamos aproveitar mais a viagem e os lugares onde passaremos.

Este roteiro ficou, mais ou menos, 2 mil Km mais curto. E tivemos uma economia de quase 3 mil reais.

Se você tiver dicas ou dúvidas sobre viagens de carro para esses países, hotéis  documentação etc, envie para gente nos comentários.

 

– Veja nossos roteiros antigos

 

Quem escreve?

Sou um típico bicho do mato! À primeira vista pareço um cara estranho, falo pouco, observo muito e quase nunca me enquadro socialmente. Adoro mapas, história e fotografia, inclusive, se eu não fosse programador poderia ser um ótimo arqueólogo. Mas tem alguns mundos onde me encaixo: em um mergulho no mar, no silêncio das montanhas, assistindo à queda de uma cachoeira e até mesmo, dentro de um bom museu.
Leia também
Nova Zelândia

Queenstown: O que fazer em 3 dias na cidade gastando pouco

Nova Zelândia

Trilha Queenstown Hill: Paisagem fascinante na Nova Zelândia

Nova Zelândia

Arrowtown: A antiga cidade do ouro da Nova Zelândia

Rotorua

Trilha na Redwoods Forest em Rotorua na Nova Zelândia

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *