Paraná

20º Dia (10/01/13, qui): Cataratas do Iguaçu, Parque das Aves e Marco das 3 Fronteiras

Total de Km percorridos (de carro) no dia: 50,1

Tínhamos dois dias inteiros em Foz do Iguaçu, no primeiro dia resolvemos conhecer a parte ao sul da cidade, o Parque Nacional do Iguaçu – para ver e sentir as Cataratas do Iguaçu -, o Parque das Aves e o Marco das 3 Fronteiras. E no segundo dia fizemos passeios pela Usina Hidrelétrica de Itaipu e conhecemos o Templo Budista de Foz do Iguaçu.

No primeiro dia em Foz do Iguaçu saímos do hostel às 13h e voltamos às 20h20. Com o horário de verão deu para aproveitar bastante o dia, que teve o pôr-do-sol perto das 20h.

Leia os relatos desse dia:

 

Marco das 3 Fronteiras

E para fechar o dia fomos ao Marco das 3 Fronteiras, marco que demarca simbolicamente as fronteiras entre Brasil, Argentina e Paraguai, que são formadas com o encontro das águas do Rio Iguaçu com o Rio Paraná. Ele foi inaugurado em 1903.

O marco nada mais é que um obelisco no formato de um triângulo e com as cores do Brasil. Argentina e Paraguai também têm seus marcos, cada um com as cores de seu país. Os três formam um triângulo equilátero imaginário, com a finalidade de representar a igualdade e respeito entre as nações.

Do obelisco brasileiro tem-se uma visão panorâmica da tríplice fronteira e é possível ver terras argentinas e paraguaias.

Voltamos ao hostel, fizemos janta, tomamos uma cerveja na beira da piscina e depois dormimos.

 

• Hospedagem em Foz do Iguaçu

 

Mapa do dia

 

Investimentos do dia

Hospedagem: R$ 80,00*
Passeios: R$ 89,20*
Alimentação: R$ 30,00*
Estacionamento: R$ 14,00/carro

* Valor para 2 pessoas

Total de km rodados na viagem: 7.557,0

Quem escreve?

Sou um típico bicho do mato! À primeira vista pareço um cara estranho, falo pouco, observo muito e quase nunca me enquadro socialmente. Adoro mapas, história e fotografia, inclusive, se eu não fosse programador poderia ser um ótimo arqueólogo. Mas tem alguns mundos onde me encaixo: em um mergulho no mar, no silêncio das montanhas, assistindo à queda de uma cachoeira e até mesmo, dentro de um bom museu.
Leia também
Nova Zelândia

Queenstown: O que fazer em 3 dias na cidade gastando pouco

Nova Zelândia

Trilha Queenstown Hill: Paisagem fascinante na Nova Zelândia

Nova Zelândia

Arrowtown: A antiga cidade do ouro da Nova Zelândia

Rotorua

Trilha na Redwoods Forest em Rotorua na Nova Zelândia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *